17/08/2016 por Norteando Você

Tecnologia: encontro debate cooperação em rede para inovação

Ferramentas tecnológicas desenvolvidas pelas universidades demonstram potencial de mercado

encontro-fiec

Os debates enfocarão experiências concretas (Foto: Reprodução)

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) e a Rede de Núcleos de Inovação Tecnológica do Ceará (Redenit-CE) promovem, dias 18 e 19 de agosto, na Casa da Indústria, o Encontro de Cooperação para a Inovação.

O evento integra os fóruns “Transfnit” e “Redes de Cooperação Universidade-Empresa para a Inovação”. Serão dois dias de apresentações de ferramentas tecnológicas desenvolvidas pelas universidades e que demonstram potencial para serem absorvidas pelo mercado.

Experiências

Os debates do encontro enfocarão ainda experiências concretas que estão consolidando cada vez mais a parceria entre universidade e empresas.

O objetivo principal é contribuir com a difusão da inovação a partir da formação de redes de cooperação entre a academia e a iniciativa privada. Para isso, busca apresentar e discutir experiências, oportunidades e desafios por meio de fóruns com a participação de especialistas de todo o Brasil.

Será o momento ainda para a promoção de rodadas de negócios entre pesquisadores e potenciais investidores com vistas a transferências de tecnologia, a geração de spin-offs e a propagação da inovação.

Uma das palestras trará a Fortaleza o assessor da diretoria do Instituto de Computação da Unicamp, Elias Drummond. Em sua participação, o especialista debaterá o tema “Cooperação Universidade-Empresa: um caso de sucesso entre a Unicamp e uma multinacional do setor de telecomunicações”.

Computação

O Instituto de Computação foi criado pela Unicamp em 1996 para cumprir sua missão de ensino, pesquisa, e outros serviços à sociedade nas áreas de Ciência e Tecnologia da Computação. Atualmente, o oferece cursos de graduação em Engenharia de Computação (conjuntamente com a Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação) e Bacharelado em Ciência da Computação; um Programa de Pós-Graduação, levando a títulos de Mestre e Doutor; e vários cursos de especialização e extensão universitária.

Os docentes do Instituto estão engajados em centenas de projetos de pesquisa, cobrindo quase todas as subáreas da computação; bem como inúmeros convênios de consultoria e pesquisa com órgãos do governo e empresas privadas.

 

Notícias relacionadas

Deixe aqui seu comentário