19/05/2016 por Então Pronto

Lean Startup – A Inovação na Criação de Negócios

O grande diferencial do método é a adequação do produto ao mercado, de forma ágil e interativa o que minimiza bastante os riscos de reveses que possam condenar um negócio promissor

430_large

 

O processo de desenvolvimento de ideias em negócios, tem-se transformado, evoluído de um modelo estático (o que deixa todo o trabalho vulnerável a reveses que podem ser fatais), para conceitos e métodos mais ágeis e dinâmicos que preconizam a experimentação ao planejamento minucioso (excessivo) e que têm apresentado, segundo especialistas um potencial para promover uma revolução econômica.

Nos artigos apresentados nesta coluna, sistematicamente temos trazido temas, em diferentes perspectivas, que abordam esse processo mutação.

A partir desta semana, trarei uma série de artigos que exploram diferentes aspectos de um movimento que sintetiza bem essa atmosfera de ruptura na forma de se criar empresas promissoras a partir de uma boa ideia: O Movimento Lean Startup.

Origens do Lean Startup

O professor (Universidade de Stanford na Califórnia – EUA) Steve Blank no início dos anos 2000, formulou uma maneira diferente de desenvolvimento de produtos e negócios para startups, refutando o planejamento detalhado (presente nas formas tradicionais dos planos de negócio), passando a envolver o cliente cedo no processo criação e de desenvolvimento com o foco na experimentação e na interação contínua.do sonho à realização em 4 passos (baixa)

Steven transformou o método em um curso, que passou a ministrar na Haas School of Business, daUniversity of California em Berkeley.

Em 2003 Steve publicou o livro “Do Sonho à Realização em 4 Passos” em que ele defende que a startup não é uma versão menor de uma empresa e detalha os princípios do desenvolvimento com o cliente.

O movimento Lean Startup começou a tomar forma, quando em 2004, Steve investiu em uma startup dos empreendedores, Eric Ries e Will Harvey, desde que fizessem seu curso de desenvolvimento Baixar-Livro-A-Startup-Enxuta-Eric-Ries-em-PDF-ePub-e-Mobi-370x537com clientes.

Segundo Steve, Eric identificou no decorrer do curso, a necessidade de desenvolvimentos de modelos ágeis e interativos, para desenvolvimento de produtos e uma grande semelhança entre os novos preceitos para startups com o Sistema Toyota de Produção, ele então batizou a junção dos conceitos de “Lean Startup”.

A partir de então o conceito se disseminou, em vem contribuindo para a criação de empresas inovadoras e bem-sucedidas.

Eric publicou em 2011 o livro intitulado a “A Startup Enxuta” e vem promovendo uma verdadeira revolução na forma de se desenvolver uma ideia em negócio.

Lean Startup

Os princípios do modelo Lean Startup se baseiam na premissa básica do desenvolvimento de clientes de Steven Blanck: Desenvolver consumidores ao invés de desenvolver produtos.

O processo tem basicamente 4 etapas:

  1. Desco4fasesberta com o consumidor: entender se as hipóteses iniciais sobre o problema que o seu produto resolve e sobre seus consumidores estão certas;
  2. Validação pelos consumidores: descobrir qual o melhor modelo de vendas que pode ser replicado;
  3. Criação da demanda: desenvolver a demanda do cliente final;
  4. Construção da empresa: compreende a transição de um método informal de aprendizado e descoberta para um negócio formal.

O grande diferencial do método é a adequação do produto ao mercado, de forma ágil e interativa o que minimiza bastante os riscos de reveses que possam condenar um negócio promissor.

Uma Revolução Sistêmica

Em paralelo ao desenvolvimento do Lean Startup outros conceitos surgiram contribuindo para reforçar a ideia de inovação e de evolução do modelo de se pensar e estruturar negócartigo_5ios, como o Business Model Canvas, de Alexander Osterwalder (já introduzido por mim clique aqui e que agora é dissecado em uma série de artigos pelo colega Alex Amarante clique aqui).

Steven Blank e Bob Dorf compilaram o que haviam aprendido e desenvolvido sobre métodos e ferramentas enxutas e publicaram no livro “Startup: Manual do Empreendedor” que também é uma ótima referência para empreendedores e empresas que querem pensar e agir “enxuto”.

Pense Enxuto

Em suma, a meu ver, o mais interessante dos conceitos preconizados pelo Lean Startup é que tal modelo foi formulado a partir de uma maneira diferente, inovadora de se encarar a criação de um negócio (o princípio da experimentação do produto com o cliente) aliado a técnicas e filosofias sólidas (Sistema Toyota, Qualidade etc) que resultou em uma forma completamente original de se materializar uma ideia promissora em uma empresa bem-sucedida.

Steve Blank vê um potencial gigantesco de transformação, o início de uma revolução empreendedora estimulada pela tecnologia. Empolgante e desafiador não?

Na nossa página do Facebook compartilharemos, indicações de leitura, links de matérias, artigos e entrevistas que tratam do tema, para reforçar e sedimentar o assunto, passe lá, dê uma curtida, fique por dentro e colabore.

Bom, este foi só o aperitivo, nos próximos artigos convido você leitor a explorar o Movimento Lean Startup, as transformações que vem promovendo e o impacto dele em empreendedores e empresas.

Thiago Fernandes

Então Pronto! – Participações & Negócios

Notícias relacionadas

Deixe aqui seu comentário