27/07/2016 por Norteando Você

Empreendedora da periferia de São Paulo cria lavanderia sem máquina de lavar

A ideia para o negócio veio depois que ela precisou lavar um vestido que havia pegado emprestado e não encontrou nenhuma lavanderia perto

lavanderia-negócio

A ideia para o negócio veio depois que ela precisou lavar um vestido que havia pegado emprestado e não encontrou nenhuma lavanderia perto de casa (Foto: Reprodução)

Já imaginou  abrir um negócio sem a principal ferramenta de trabalho? Não? Mas foi exatamente isso que a ex-supervisora de vendas Tatiane Lobato fez ao abrir sua primeira lavanderia sem ter uma única máquina de lavar.

A ideia para o negócio veio depois que ela precisou lavar um vestido que havia pegado emprestado e não encontrou nenhuma lavanderia perto da casa dela, no município de Carapicuíba, região metropolitana de São Paulo.

Oportunidade

“É uma cidade carente de muitas coisas, que vão dos mais básicos como saúde, moradia e cultura até diversos serviços e produtos. Foi, então, que vi ali uma oportunidade de negócios e abri a primeira lavanderia dentro do meu bairro com preços justos”, conta ela.

A princípio, a estratégia de Tatiane foi bater na porta de algumas lavanderias do centro e de outros bairros com uma proposta de parceria: lavar as peças mais pesadas, como edredons, cobertores e tapetes, por um preço mais camarada.

Proposta aceita e assim Tatiane seguiu por um ano. Hoje, seu negócio virou uma rede com quatro unidades e faturamento de cerca de R$50 mil por mês. ” No meu trabalho anterior, eu não via perspectiva de crescimento, trabalhava muito, mas não tinha maiores ganhos financeiros, sentia que o meu talento estava sendo desperdiçado”, conta.

Para quem quer arriscar e abrir seu próprio negócio, Tatiane aconselha:”Eu sempre falo que devemos fazer sempre o máximo de coisas com o mínimo de recursos que temos. Não precisa ser um gênio da criatividade, é só pensar o que você pode fazer para conquistar seu sonho ou melhorar algo que não utilize dinheiro. Comece com o que você tem, peça ajuda para quem você conhece, faça o que você sabe fazer, o que não sabe fazer procure aprender e trabalhe, trabalhe muito que a gente sempre chega lá”.

Via Catraca Livre 

Notícias relacionadas

Deixe aqui seu comentário