18/06/2016 por Norteando Você

Exposição de arte mostra coleção inédita à capital cearense

Com curadoria de Fábio Magalhães, José Roberto Teixeira e Max Perlingeiro, sob o olhar atento do chanceler, a exposição reúne ainda artistas internacionais como Monet, Renoir, Miró e Dali

tela-arte

Obras Deux Figures Dans Un Paysage, 1921 (Foto: Divulgação)

O cearense terá a oportunidade única de conferir, até 18 de dezembro, a Coleção Airton Queiroz, composta por 253 magníficas peças, que percorrem cinco séculos de história da arte e ajudam a ilustrar as escolas e revoluções das produções artísticas expostas desde o Brasil Holandês.

A mostra proporciona um verdadeiro passeio cultural. Desde desenhos de Albert Eckhout, pintor a serviço do Conde Maurício de Nassau, até as expressões contemporâneas de Leda Catunda e Beatriz Milhazes, quem passar pela exposição se encantará com os diversos tipos de segmentos artísticos.

Com curadoria de Fábio Magalhães, José Roberto Teixeira e Max Perlingeiro, sob o olhar atento do chanceler, a exposição reúne ainda artistas internacionais como Monet, Renoir, Miró e Dali.

A exposição foi aberta na quarta-feira (15) e ocupa diversas salas do Espaço Cultural Airton Queiroz, na Universidade de Fortaleza (Unifor), por onde já passaram exposições individuais e de sucesso de artistas como Hélio Oiticica, Rembrandt e Iberê Camargo.

O público cearense não poderá deixar de apreciar telas, instalações e esculturas pertencentes a uma das maiores coleções da América Latina e que, em sua maioria, nunca foram exibidas no Estado do Ceará. Para o melhor acompanhamento das peças, a exposição divide as obras entre períodos históricos e movimentos artísticos, totalizando cinco eixos históricos: Do Brasil Holandês à República, Modernismo, Abstração, Contemporâneos e Presença Estrangeira.

Montagem diferenciada

Para a montagem da exposição, na Unifor, a curadoria da exposição privilegiou, na organização de sua equipe, funcionários de Fortaleza, entre eles oito montadores e dois museólogos . Apenas três profissionais são do Rio de Janeiro, onde o curador mantém uma das duas sedes de sua galeria Pinakotheke, especializada em arte moderna. A mostra Coleção Airton Queiroz coloca o Ceará definitivamente no circuito nacional das artes plásticas.

Serviço:

Exposição Coleção Airton Queiroz
Visitação: 16 de junho a 18 de dezembro de 2016
Horário: de terça à sexta, de 9h às 19h; sábados, de 10h às 18h, e domingos, de 12h às 18h
Local: Espaço Cultural Airton Queiroz, campus da Unifor – (Av. Washington Soares, 1321)
Informações: 3477.3319 | www.unifor.br

Notícias relacionadas

Deixe aqui seu comentário